Artigos

Perfuração em Lipoaspiração: Como reduzir esse risco?

17 de setembro de 2019

A Lipoaspiração é uma das cirurgias plásticas mais realizadas no Brasil e no mundo. Quando realizada por um cirurgião plástico habilitado e respeitando as normas de segurança e diretrizes para a sua execução, é um procedimento extremamente seguro. No entanto, o risco de uma complicação mais séria, como a perfuração de um órgão, ainda preocupa muitas pacientes e familiares. Como esse risco pode ser ainda mais reduzido?

Um estudo científico publicado na revista Plastic and Reconstructive Surgery, a revista oficial da Sociedade Americana de Cirurgiões Plásticos, traz uma luz sobre esse assunto. O estudo foi baseado na análise detalhada de pacientes que sofreram uma perfuração de órgão ao realizar uma lipoaspiração na França. A partir dos dados coletados e da análise realizada, os autores do estudo fizeram várias recomendações a fim de tornar a lipoaspiração ainda mais segura. Dentre estas recomendações, vale destacar:

A) Antes da Lipoaspiração: Realização de um exame de ultrassom do abdome e da parede abdominal, a fim de identificar a presença de hérnias ou fraquezas da parede abdominal, que poderiam aumentar o risco de uma perfuração.

B) Após a Lipoaspiração: O cirurgião plástico deve sempre checar, antes da alta, se a paciente que realizou a lipoaspiração está eliminando gases intestinais. A eliminação de gases é um indicador de que o intestino está funcionando normalmente. Um dos primeiros sinais de perfuração é a parada completa da eliminação de gases, e a constatação deste fato pode ajudar a fazer um diagnóstico mais precoce de uma possível complicação. Obviamente, o fato de uma paciente não estar eliminando gases não significa que ocorreu uma perfuração, mas pode haver a necessidade de exames complementares para descartar este diagnóstico.

Através de medidas simples, porém eficazes, o risco desta temida complicação, que já é extremamente baixo, pode ser ainda mais reduzido.

O resumo deste estudo (em inglês) poderá ser obtido clicando na referência abaixo.

Referência:
Zakine G, Baruch J, Dardour JC, Flageul G. Perforation of viscera, a dramatic complication of liposuction: a review of 19 cases evaluated by experts in France between 2000 and 2012. Plast Reconstr Surg. 2015 Mar;135(3):743-50. doi: 10.1097/PRS.0000000000001030. PubMed PMID: 25719693.

Dr Juan Carlos Montano Pedroso

Cirurgia Plástica em Moema

MARQUE SUA CONSULTA